Notícias e Artigos

22
novembro
2019

Diretor presidente da Fortcon é empossado presidente do BNI Ouro Verde.

BNI lança segundo grupo de negócios.

LEIA MAIS

20
novembro
2019

Foram 153 dias de trabalho para pagar toda a carga tributária em 2018.

Os brasileiros tiveram que trabalhar até o dia 2 de junho, deste ano, só para pagar impostos para os governos federal, estadual e municipal, conforme aponta um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Foram 153 dias de trabalho para pagar toda a carga tributária. Em 2003, o brasileiro destinou cerca de 36% para pagar tributos. Em 2019, isso ultrapassa os 41%.

Brasileiro trabalha mais de 5 meses do ano para pagar imposto, diz estudo.

LEIA MAIS

13
novembro
2019

Por meio da Medida Provisória do Contribuinte Legal, recentemente, o governo ofereceu um desconto de até 70% em dívidas com a união.

O parcelamento de tributos é visto por muitos contribuintes como uma oportunidade para liquidação do crédito tributário com o fisco. No caso dos débitos tributários federais a regra geral, ou seja, sem envolver nenhum tipo de Refis ou outro programa extraordinário de parcelamento, é de ser feita a quitação do débito em até 60 meses.

Como vai funcionar o novo parcelamento tributário?

LEIA MAIS

08
novembro
2019

Daqui para frente, para todos os contratos de trabalho (novos ou já existentes), todas as anotações serão feitas apenas eletronicamente.

 O que eu faço com minha CTPS antiga? Não vou precisar mais dela? Posso jogar fora?

Nova Carteira de Trabalho Digital

LEIA MAIS

14
outubro
2019

Nova medida permite que beneficiários do INSS sejam dispensados do comparecimento aos bancos.

O Diário Oficial da União publicou nesta terça-feira, 8 de outubro, texto que regulamenta a comprovação de vida e renovação de senha para os beneficiários do INSS. Desde 2012, os segurados são obrigados a comprovar que estão vivos para manter o benefício ativo.  
Antes, idosos acima de 60 anos podiam agendar o atendimento para alguma das agências do INSS. Agora, todos os beneficiários, independentemente de idade, precisam fazer a comprovação de vida na agência bancária em que recebem o benefício.
Contudo, a nova medida também define critérios para a dispensa do comparecimento ao banco. 
Agora, titulares do benefício que estiverem ausentes do país, forem portadores de doenças contagiosas, tiverem dificuldades de locomoção ou mais de 80 anos, podem fazer a prova de vida por meio de procurador ou representante legal. Nestes casos, o representante precisa estar cadastrado no site do INSS.
Ou ainda, em casos específicos de segurados com dificuldades de locomoção ou idosos acima de 80, a comprovação de vida poderá ser solicitada por intermédio de pesquisa externa, ou seja, mediante o comparecimento de um representante do INSS à residência ou local informado pelo beneficiário no requerimento feito ao instituto, pela Central 135, ou pelo Meu INSS.

INSS altera regras de prova de vida

LEIA MAIS

Mais: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16


Não foi possível realizar esta operação. Favor contacte o administrador (suporte@cedilha.com.br).