Notícias e Artigos

26
outubro
2018

Quem recebeu em média dois salários mínimos durante o ano de 2016 tem até 28 de dezembro para retirar o benefício

Ainda restam R$ 1,36 bilhão do Abono Salarial ano-base 2016 disponíveis para 1,85 milhão de trabalhadores brasileiros – o que corresponde a 7,56% do total de pessoas com direito ao recurso. Os beneficiários têm até 28 de dezembro para procurar uma agência bancária e sacar o dinheiro. Inicialmente, o prazo limite era 29 de junho, mas foi prorrogado após resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

Abono 2016 tem disponível R$ 1,36 bilhão para 1,85 milhão de trabalhadores

LEIA MAIS

24
outubro
2018

Saiba quais são os principais e qual é o melhor para o seu negócio

 

Quais são os principais regimes tributários no Brasil?

LEIA MAIS

23
outubro
2018

A palestra foi direcionada à empreendedores e auxiliá-los na monetização de seus novos negócios e negócios digitais.

Nesse mês, o sócio da Fortcon, Guilherme Bittencourt Texeira, realizou a palestra sobre “Estratégias de Monetização para Novos Negócios e Negócios Digitais”, no Sebrae Londrina.

Sócio da Fortcon, Guilherme Bittencourt, realiza palestra no Sebrae Londrina sobre estratégias de monetização

LEIA MAIS

19
outubro
2018

O prazo se encerra no último dia útil de outubro para os contribuintes que fizeram negociação em junho e no último dia útil de novembro para aqueles que negociaram em julho

O prazo para pagamento dos valores referentes aos 5% (cinco por cento) de entrada dos Programa Especial de Regularização Tributária do Simples Nacional (Pert-SN) e Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (Pert-MEI) se encerra no mês outubro para os contribuintes que fizeram negociação em junho e no mês de novembro para aqueles que negociaram em julho.

Receita Federal alerta para o prazo final de quitação dos valores da entrada do Parcelamento Especial do Simples Nacional

LEIA MAIS

18
outubro
2018

Programa vai classificar contribuintes com notas de A a C, conforme situação fiscal; quem ganhar nota máxima terá vantagens como prioridade no recebimento de restituições e preferência no atendimento. Em contra partida as empresas nota C terão fiscalização mais rigorosa.

O programa da Receita Federal (RF) pretende classificar cerca de 7 milhões de empresas como A, B ou C. A nota máxima será designada à empresas que estão adimplentes com o Fisco, que entregaram suas declarações em dia e têm situação cadastral regularizada.

Receita vai dar tratamento 'VIP' para empresas que pagam impostos em dia

LEIA MAIS

Mais: 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23


Não foi possível realizar esta operação. Favor contacte o administrador (suporte@cedilha.com.br).